Portal 6

Índice de Confiança de Serviços registra mínima histórica em março

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) apurado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) registrou queda de 12,1% entre fevereiro e março. Divulgados hoje (1º), os dados indicam que a pontuação do índice caiu de 93,7 pontos para 82,4 pontos. É a terceira redução consecutiva, com novo mínimo histórico de toda a série iniciada em 2008.

O ICS atingiu o mínimo histórico também em 11 das 12 atividades investigadas. Pesaram sobre o resultado as avaliações negativas da demanda do momento atual e dos próximos três meses, bem como sobre a situação corrente e futura dos negócios.

O Índice de Situação Atual (ISA-S) teve queda de 14,1%, caindo para 66 pontos, maior recuo desde novembro de 2008 (-16,8%). O Índice de Expectativas (IE-S) caiu 10,7% em fevereiro, alcançando 98,8 pontos. Segundo a FGV, a queda do ISA-S foi determinada pela redução de 16,6% do indicador de Situação Atual dos Negócios e de 11,2% do indicador de Volume de Demanda Atual.

A proporção de empresas que avaliam a situação dos negócios como boa diminuiu de 16,8% para 11,7%, enquanto a parcela das que a avaliam como ruim cresceu de 35,7% para 44,1%.

Já a queda do IE-S entre fevereiro e março foi reflexo da redução de 11,8% do indicador de Demanda Prevista e de 9,5% do indicador de Tendência dos Negócios. A proporção de empresas aguardando aumento da demanda nos próximos três meses passou de 28,6% para 20,2% do total. A parcela das que esperam redução subiu de 18,3% para 22,9%.

A coleta de dados para a edição de março da sondagem foi realizada entre os dias 05 e 27 de março.

Agência Brasil

Quer comentar?

Comentários

Comente

Nosso Facebook





Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.