Portal 6

Ratos são soltos em CPI e causam alvoroço na sessão. Servidor da Câmara é exonerado

Na manhã desta quinta-feira (09) o servidor comissionado Márcio Martins de Oliveira, lotado no gabinete da vice-presidência da Câmara dos Deputados, soltou um hamster, dois esquilos da mongólia e dois ratos cinzas durante a sessão da CPI da Petrobrás que ouvia o tesoureiro do PT João Vacarri Neto, acusado de envolvimento na operação Lava-jato.

Agentes da Polícia Legislativa que faziam a segurança da sessão correram para pegar os ratos, enquanto deputados petistas vociferavam que o ato era um desrespeito à CPI.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Presidência da Câmara, Márcio Martins de Oliveira foi sumariamente exonerado do cargo.

Confusão

Momentos antes de iniciar a sessão, o deputado Paulinho da Força (SSD-SP) disse que o ‘povo’ faria um ato público na CPI, mas não especificou qual seria a ação. Márcio Martins de Oliveira, antes de ser lotado na vice-presidência, trabalhava como secretário parlamentar no gabinete de Paulinho.

Antes de fazer perguntas ao colega de partido, o relator da CPI, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), protestou contra o que considerou “uma ação encomendada que depõe contra o parlamento. O circo armado mostra o nível em que nos encontramos”.

Veja o momento em que os policiais da Câmara tentam pegar os bichinhos no chão:
https://www.youtube.com/watch?v=YvThVnA_XsY

Quer comentar?

Comentários

Comente

Nosso Facebook





Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.