Portal 6

Começam a funcionar postos de pedágio nas BRs 060, 153 e 262

Começou hoje (27) a cobrança de pedágio nas BRs 060, 153 e 262 que cortam o Distrito Federal, Goiás e Minas Gerais. Foram instalados postos de pedágio em Alexânia, Goianápolis, Professor Jamil e Itumbiara, no estado de Goias, e outros sete nos municípios mineiros de Prata, Fronteira, Florestal, Luz, Campos Altos, Perdizes e Campo Florido.

O preço das tarifas varia de acordo com a localização do posto e com o tipo de veículo. No pedágio de Alexânia, por exemplo, a taxa para um automóvel comum, com dois eixos, é de R$ 4,30.

A servidora pública Camila Cordeiro, de 28 anos, conta que vai precisar pagar pedágio todo mês para ir de Goiânia a Campo Belo, em Minas Gerais. “É bom, pela pista que vai ficar bem sinalizada e o asfalto que vai ser bom. Mas, por outro lado, eu acho que a gente já paga um IPVA [Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores] muito caro para privatizar isso aqui. É bom e é ruim ao mesmo tempo.”

O operador de máquinas Genaldo da Cruz, de 39 anos, não gostou da novidade. “O preço está meio alto. Nós passamos por aqui quatro vezes na semana. Eu acho isso um roubo. O Brasil do jeito que já está, acho que não precisaria tanto.”

A responsável por administrar as rodovias é a concessionária Triunfo Concebra, que firmou contrato por 30 anos. A empresa terá que prestar serviços de recuperação, operação, manutenção, além de implantar melhorias e ampliar a capacidade das Brs.

De acordo com a concessionária, em caso de problemas nas rodovias, o motorista pode ligar a qualquer dia e hora para o número 0800 060 6000 a fim de obter atendimento emergencial.

Agência Brasil

Quer comentar?

Comentários

Comente

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.