Portal 6

PM intensifica abordagens para combater crimes em Anápolis e região

O fortalecimento do trabalho preventivo, a atuação integrada com as forças de segurança e ações estratégicas executadas pela Polícia Militar refletiram diretamente na redução da criminalidade e apontam crescimento dos indicadores de produtividade em todo o Estado de Goiás neste primeiro semestre.

Dados do sistema de Gestão do Controle Operacional (Gescop) utilizados pela corporação, em comparação com o primeiro semestre de 2014, apontam que o número de pessoas abordadas pela PM em Goiás cresceu 67%, saltando de 330 para 552 mil. “Proporcionalmente, esses números correspondem à população de Aparecida de Goiânia. Para nós, os resultados são positivos”, avalia o comandante-geral da PM, coronel Silvio Benedito Alves.

Comparando com o mesmo período anterior, a quantidade de apreensões de drogas subiu 1,9%, aumentando de 3.038, em 2014, para 3.096 este ano. Já a quantidade de armas de fogo apreendidas cresceu 8,6%, subindo de 1.620, no primeiro semestre do ano passado, para 1.759 este ano.

Além do combate ao tráfico de drogas e as ações para retirar de circulação armas de fogo ilegais, a corporação recapturou 2.506 foragidos da Justiça e recuperou 6.972 veículos com registros de furtos e roubos.

Goiânia

No primeiro semestre deste ano, foram realizadas 10,3 mil operações policiais e efetuadas mais de 144 mil abordagens, contribuindo para que se registrasse, em Goiânia, o maior número de armas de fogo apreendidas. Em comparação com 2014, a quantidade de apreensões de armas de fogo aumentou 19,5%, crescendo de 375 para 448. As ações preventivas resultaram ainda na prisão de 769 foragidos da Justiça, recuperação de 2.577 veículos e 619 apreensões de drogas.

Queda da criminalidade

Em Goiânia, conforme dados da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPGO), o primeiro semestre de 2015 terminou com resultados inéditos em relação às ocorrências de homicídio. Comparando com o período anterior, houve redução de 12,8% no número de casos na capital, reduzindo de 313 para 273. Em termos de taxa por 100 mil habitantes, metodologia utilizada internacionalmente para aferir indicadores de criminalidade e violência, a queda foi ainda maior, atingindo 14,77%.

cats

Quer comentar?

Comentários

Comente

Nosso Facebook





Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.