Portal 6

Sub-relator da CPI do BNDES, Alexandre Baldy acredita em impeachment de Dilma

(Foto: Reprodução)

O deputado federal Alexandre Baldy (PSDB) afirmou na manhã desta sexta-feira (07), em entrevista a Rádio 730 AM de Goiânia, que acredita que a CPI do BNDES, da qual é sub-relator, poderá contribuir para um possível afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República.

Segundo o parlamentar, o desenrolar da CPI “pode se tornar um alimento de grande força para forçar o impeachment”. Entretanto, ele aposta que o impedimento deverá viabilizar-se no Congresso com a rejeição das contas referente ao primeiro governo Dilma, que abusou das ‘pedaladas fiscais’ para pagar benefícios sociais como o Bolsa Família, FGTS e Seguro Desemprego.

“Vejo o relatório do TCU e a aprovação ou reprovação das contas como a principal fonte para este processo de impeachment”, sustentou.

O Tribunal de Contas da União (TCU) deve concluir o parecer de rejeição ou aprovação das contas de Dilma até o final de agosto e enviará o documento para o Congresso, que dará a palavra final sobre a prestação de contas da presidente.

Eleições 2016

Alexandre Baldy é defendido dentro do PSDB como um bom nome para disputar a prefeitura de Anápolis em 2016. Porém, não é unanimidade. Segundo fontes locais do partido, o vereador licenciado Fernando Cunha, também do PSDB, estaria costurando um projeto de sair como vice na chapa do petista e atual prefeito de Anápolis, João Gomes, que concorrerá à reeleição apoiado por Antônio Gomide.

Baldy é empresário e antes de se eleger deputado federal, em 2014, foi titular da Secretaria de Indústria e Comércio do estado de Goiás.

Quer comentar?

Comentários

Comente

Nosso Facebook





Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.