Portal 6

Impressões da 29° Rodada do Brasileirão 2015

Neste fim de semana tivemos a 29° rodada do Campeonato Brasileiro. Em um dos campeonatos mais disputados dos últimos tempos, o Brasileirão entra na reta final com um campeão quase eleito, mas com muita briga para a última vaga do G-4. Situação semelhante encontramos na parte de baixo da tabela, onde a briga para quem cai continua acirrada, com exceção do Joinville que voltou a ser saco de pancada e deve mesmo voltar para a Série B. Vamos aos jogos:

Internacional 2 x 1 Sport – O colorado saiu na frente, levou o empate mas conseguiu arrancar uma vitória em casa e se manteve vivo na briga pelo G4. Com 3 vagas praticamente asseguradas, talvez a terceira um pouco menos, o que resta aos gaúchos é lutar por ela com os outros 4 clubes. Enquanto isso o Sport vai encaminhando-se para as férias, pois dificilmente chega ao G4 e o Z4 já está a 9 pontos.

Coritiba 0 x 3 Atlético-MG – No Couto, o Galo mostrou sua força e deu claras demonstrações de que pode sim brigar com o Corinthians pelo título e fazer a alegria não só da sua torcida mas como a de outros clubes. O Coxa continua à beira do Z4, mas tem feito boas partidas e parece que lutará até o final com todas as suas forças contra mais um rebaixamento.

Flamengo 2 x 0 Joinville – Depois do revés (mais um) diante do Vasco, o Flamengo precisava da reabilitação diante de sua torcida e não poderia ter adversário melhor que o lanterna do campeonato. Deu a lógica e o Mengão segue sua escalada até o G4, que está cada dia mais disputado e promete muitas emoções até o fim. Já o JEC, como sentenciado desde o início, caminha a passos largos para retornar à série B. Melhor sorte na próxima.

Avaí 1 x 1 Vasco – Um confronto entre dois times que lutarão até o fim pela permanência na série A não poderia ter resultado pior para ambos: um empate. Com isso, o Avaí não se afastou da zona e nem o Vasco se aproximou de sair dela. Tornou a disputa ainda mais embolada com as vitórias de Chape e Figueira, e seguirá a emoção e o drama até a rodada final.

Cruzeiro 0 x 0 Grêmio – O Cruzeiro atropelou o Grêmio, mas não conseguiu traduzir isso em gol. Foram 14 finalizações contra 2. A Raposa mostra que se acertou após a saída de Luxa e deve ser outra equipe a entrar de férias em breve, uma vez que não tem chances de G4. O Grêmio tem uma boa gordura para o primeiro clube fora do G4 e só um verdadeiro desastre faria o Imortal perder a vaga.

Santos 3 x 1 Fluminense – Avassalador dentro da Vila, o Santos praticamente resolveu o jogo em 10 minutos. Quando o tricolor quis jogar, já estava 2×0 para o peixe. Vitória essa que coloca o Santos no G4 e mostra mais uma vez a força que o time da baixada santista tem dentro de seus domínios.

Goiás 2 x 3 Figueirense – Outro confronto direto na rodada. Com a vitória o Goiás respiraria, além de deixar o adversário para trás e o Figueira ganharia novo fôlego ao se aproximar da saída. Com um jogador a mais, o Verdão abriu o placar no final do primeiro tempo e, com um jogador a mais, desenhava-se um cenário perfeito para a construção de uma vitória tranquila. Mas num segundo tempo completamente apático, o time goiano viu a reação do Figueirense e sucumbiu mais uma vez dentro de seus domínios, onde outrora era sinônimo de vitória. A briga pelo rebaixamento esquentou e as emoções certamente serão fortes para alvinegros e esmeraldinos até o último suspiro.

Ponte Preta 2 x 2 Corinthians – A macaca que vem subindo de produção desde a chegada de Doriva. Vinha de 4 resultados positivos e tinha pela frente o líder Corinthians. Saiu atrás do placar mas teve força para buscar a virada. O empate acabou vindo no final do jogo, mas mostra que o time que rodadas atrás brigava para não cair deve ser mais um a jogar o seu foco para a próxima temporada. O Corinthians por sua vez, viu a vantagem para o Galo cair para 5 pontos, mas depende apenas dele para levar o caneco.

Chapecoense 5 x 1 Palmeiras – Sem dúvidas o placar mais inesperado da rodada. A Chapecoense não tomou conhecimento do Palmeiras e aplicou um sonoro 5×1 que o tirou da zona de rebaixamento e enche o time de confiança para o prosseguimento do Brasileiro e também da Sul-Americana, onde encara o tradicionalíssimo River Plate. O Palmeiras por sua vez, perdeu a vaga no G4 e manteve sua síndrome de tomar ao menos uma goleada por ano, curiosamente sempre tem um time verde na parada (Coritiba, Goiás…), e agora junta os cacos durante a parada e tenta se reerguer na série A, mas ainda luta pela vaga à Libertadores na Copa do Brasil.

São Paulo 1 x 0 Atlético-PR – O tricolor paulista dormiu no G4, mas com o complemento da rodada perdeu a posição para o Santos. Em meio aos rumores da saída do técnico Juan Carlos Osorio, o São Paulo tenta manter a regularidade, coisa que não tem sido muito constante. A magra vitória serviu para dar ânimo ao time, que também busca a maior competição continental pela Copa do Brasil. Já o Furacão despenca na tabela. Após demitir Milton Mendes, hoje foi confirmado o novo treinador: Cristóvão Borges. A ameaça de rebaixamento começa a preocupar o clube, mas é mais provável que seja outro a entrar de férias em breve.

Marcos Vinícius Moreira Crispim é graduando de Ecologia e fanático por futebol. Torcedor do Goiás, acompanha futebol desde criança e é frequentador assíduo dos estádios. Sempre dá seus pitacos sobre os jogos com imparcialidade e respeito.

Quer comentar?

Comentários

Comente

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.