Portal 6

Jovem que matou avó e irmãos à enxadada em 2013, em Anápolis, já tem data para ser julgado

Dois anos já se passaram, mas a comunidade do bairro Novo Paraíso, popularmente conhecida em Anápolis por ‘Morro do Cachimbo’, ainda lembra com espanto do caso protagonizado por Rogério Lopes dos Santos.

Chacina teve repercussão internacional por conta da crueldade do fraticídio. (Foto: Reprodução)

Ele, que na época tinha 19 anos, chegou em casa drogado e impiedosamente matou a golpes de enxada a avó, Valdelina Pereira dos Santos, de 65 anos, seus dois irmãos Romário Lopes da Silva, de 15 anos; Rosana Lopes da Silva, de 12 anos, e o primo Roger Lopes da Silva, de apenas 9. Todas as vítimas foram assassinadas enquanto dormiam e, após o crime, tiveram seus corpos jogados pelo parente dentro de uma fossa desativada no fundo do quintal da casa.

Rogério terá agora, no dia 17 de novembro, que encarar um juri popular que decidirá o futuro dele pelas próximas décadas. Conduzido pela juíza Lara Gonzaga Siqueira, da 4ª Vara Criminal da comarca de Anápolis, o acusado responderá pelos crimes de homicídio quadruplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Vício

Segundo consta nos autos, Rogério disse ser viciado em crack e, na noite que cometeu o crime, estava sob o efeito da droga. Chamado de ‘Chacina de Anápolis’, o fratricídio teve repercussão internacional na época.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.