Portal 6

Prefeitura dá início à restauração da antiga Estação Ferroviária

As obras de restauração do prédio da antiga Estação Ferroviária “Prefeito José Fernandes Valente”, na Praça Americano do Brasil, começaram. A assinatura da ordem de serviço aconteceu na manhã desta sexta-feira (27) no local das obras.

Participaram da solenidade o prefeito João Gomes, a promotora de Justiça Sandra Mara Garbelini, o secretário municipal de Cultura, Augusto César Almeida, o presidente da Câmara Municipal, Lisieux José Borges (PT), os vereadores Alfredo Landim (PT), Jerry Cabeleireiro (PSC), Miguel Marrula (DEM), Paulo de Lima e Wederson Lopes (PSC), secretários municipais, familiares do ex-prefeito José Fernandes Valente, e do maestro Sisenando Gonzaga Jaime, entre outras autoridades.

O trabalho de restauração partiu de projeto apresentado pela Secretaria Municipal de Cultura ao Ministério da Justiça e com o qual se obteve recursos no valor de R$ 400 mil, quase completando o orçamento total do serviço que é de R$ 538.878,49.

O secretário de Cultura, Augusto César de Almeida, explica que, após a restauração, vai funcionar naquele espaço o Centro Cultural de Preservação da Memória Maestro Sisenando Gonzaga Jaime, que vai abrigar o Museu da Imagem e do Som e o Centro de Memória do Transporte, com ênfase no modal ferroviário.

O Centro Cultural de Preservação da Memória foi criado pela Lei 3.091, de 14 de setembro de 2004, de autoria do então vereador e hoje secretário municipal de Governo, Mozart Soares. Tombada como patrimônio histórico do município, a antiga estação, símbolo do desenvolvimento econômico que chegou a Anápolis pelos trilhos da Estrada de Ferro, na década de 1930, é o espaço ideal para abrigar a memória audiovisual da cidade, afirma o secretário municipal de Cultura, Augusto César de Almeida. “Este é um benefício histórico que permite um resgate cultural da cidade muito importante para a população”, destacou o secretário.

Durante seu pronunciamento, a promotora de Justiça Sandra Mara Garbelini relembrou a trajetória para que a lei fosse cumprida e finalmente a Estação Ferroviária fosse restaurada. “Quando cheguei à Anápolis percebi a luta da população para preservar sua história. O Ministério Público garantiu que uma importante parte do passado da cidade recebesse a atenção que merece”, comentou.

Na oportunidade, o neto do ex-prefeito José Fernandes Valente, Carlos César Toledo, agradeceu em nome dos familiares a importância que a atual administração deu para a Estação Ferroviária. “Precisamos cultuar a lembrança das pessoas que fizeram bem para Anápolis. Durante a vida política de José Fernandes Valente foram inauguradas importantes obras que ajudaram na construção dessa cidade”, falou. O filho de Sisenando Gonzaga Jaime, Mauro Gonzaga Jaime, lembrou que seu pai tocou na banda de música durante a inauguração da Ferrovia em 1934 e também demonstrou gratidão à homenagem dada ao Centro Cultural.

O prefeito João Gomes observou que é mais do que o início de uma obra, é uma estrutura que envolve um sentimento de história de famílias que ajudaram a construir a cidade. “A característica logística de Anápolis começou aqui. O desenvolvimento chegou por esses trilhos. A atividade econômica era concentrada aqui. Uma responsabilidade nossa fazer essa restauração e preservação. Nossa juventude irá conhecer a história desses homens e mulheres que fizeram a diferença”, disse.

Com informações da SECOM Anápolis

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook





Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.