Portal 6

Marconi anuncia concurso público para polícias Civil e Militar

Após a segunda reunião da força-tarefa formada pelo governo estadual para tratar de assuntos relacionados à segurança pública na tarde desta segunda- feira (07), no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, o governador Marconi Perillo anunciou a realização de concurso público para preencher  três mil vagas, sendo 2,5 mil para a Polícia Militar e  500 para a Polícia Civil.

Segundo o governador, a decisão foi tomada com base em sugestões apresentadas, durante o primeiro encontro, por representantes das instituições que participam do grupo como Ministério Público Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB seção Goiás) e Poderes Legislativo e Judiciário.

Marconi adiantou que deverão ser realizadas alterações na lei para a criação dos cargos de agente de 4ª classe para a PC e soldado de 3ª classe na PM, cujo requisito será a formação no ensino médio.

Atualmente, a carreira exige escolaridade superior. A remuneração será de cerca de R$ 1,5 mil com insterstício de, no mínimo, cinco anos para promoção. A expectativa é de que o prazo entre a publicação do edital do concurso até a convocação dos aprovados dure, em média, um ano. Outra medida será a contratação de 230 aprovados no último Concurso Público da Polícia Técnico-Científica em até 30 dias. O ofício com a solicitação será encaminhado à Casa Civil.

“Tomamos essa decisão considerando que há uma expectativa nossa em relação à Lei de Responsabilidade Fiscal. No momento, nós temos um impedimento em relação a novas contratações por conta de termos ultrapassado o limite prudencial, mas já temos informações internas que nos indicam que possivelmente teremos condições de já fazer essas contratações. No caso dos concursos, vamos ter um tempo maior para a realização deles e com a providência da Lei de Previdência Complementar que já está na Assembleia o que significará para as gestões futuras uma diminuição em termos de impacto previdenciário e mais algumas alterações legislativas que faremos nós nos vimos em condições hoje de anunciar essas medidas”, afirmou.

Marconi justificou que as mudanças permitirão a participação de interessados do nível médio e vão garantir que o Estado tenha condições financeiras de arcar com mais esse impacto, cujo cálculo ainda não foi realizado.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook





Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.