Morador de Anápolis é premiado na Nota Fiscal Goiana

Leonardo-de-Paula-Foto-Juliamar-de-Brito

Os 40 prêmios do sorteio deste mês de março da Nota Fiscal Goiana, realizado nesta quinta-feira (31) pela Secretaria da Fazenda, saíram para participantes de 11 municípios goianos. O maior prêmio, de R$ 200 mil, foi para o morador da capital Ronaldo Alves de Mendonça, que concorreu com 27 bilhetes gerados a partir do somatório das notas fiscais com CPF emitidas nas compras feitas no comércio varejista de Goiás. Confira aqui a lista completa com a relação dos ganhadores.

Já os três prêmios de R$ 10 mil foram para moradores de Anápolis, Senador Canedo e Goiânia. Vão receber os prêmios de R$ 5 mil consumidores de Ipameri, Goiânia e Águas Lindas. E entre os 32 ganhadores de R$ 1 mil, 11 são do interior do Estado. Assim, a média é que a cada cinco ganhadores, dois são do interior do Estado. O superintendente da Receita, Adonídio Neto Vieira Júnior, que participou do sorteio, destaca como positiva a participação de pessoas do interior no programa e afirma que, após 12 sorteios, a tendência que se observa ainda é de aumento.

Também foram desenvolvidos mecanismos para facilitar a cobrança do lançamento de notas por parte dos cadastrados no programa. Desde o início deste mês o consumidor pode reclamar diretamente no site do programa as notas fiscais que não aparecem em sua conta ou que foram emitidas sem o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF). “É um grande avanço. Aliado à possibilidade de denúncia dos estabelecimentos que se recusarem a emitir o CPF na nota, conseguiremos aumentar o engajamento da população e empresários. Todos ganham com maior justiça fiscal”, destaca Adonídio.

O coordenador da Nota Goiana, Leonardo Vieira de Paula, orienta que os ganhadores devem acessar o site do programa para preencher o formulário com dados bancários para recebimento dos prêmios. Também participaram do sorteio o gerente de Informações Econômico-Fiscais, Alaor Soares Barreto, os auditores do Procon estadual, Magda Lúcia Barbosa e Osmar Ferreira de Moura, e o gestor de Tecnologia da Informação, Allan da Costa.

Módulo de reclamação

A nova ferramenta foi incluída no site da Nota Goiana no início deste mês e possibilita que o próprio consumidor cadastre suas notas fiscais com CPF que não apareceram em sua conta, bem como aquelas notas que foram emitidas sem o CPF. Ressalta-se, no entanto, que o procedimento deve ser feito dois meses após a compra, prazo que a empresa tem para transmitir os dados à Secretaria de Estado da Fazenda.

Para cadastrar as notas, basta acessar o site da Nota Goiana, fazer o login, clicar em nova reclamação e escolher um dos três motivos para a reclamação: empresa não emitiu documento fiscal, nota com CPF que não aparece na conta do consumidor no site do programa e, por fim, nota fiscal emitida sem o CPF. Depois, basta preencher os dados da nota fiscal solicitados: Inscrição Estadual (I.E.), data da emissão, valor e Contador de Ordem de Operação (COO)/ número da nota fiscal.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

loading...