Portal 6

Em ação conjunta, PF e PM desmantelam organização criminosa em Anápolis

Uma operação conjunta entre a Polícia Federal e a Polícia Militar de Goiás, deflagrada nesta quinta-feira (07)  após meses de investigações, resultou no desmantelamento de uma organização criminosa para o tráfico de drogas e comércio ilegal de armas em Anápolis. A operação envolveu 160 policiais federais e 46 policiais militares no cumprimento de 32 mandados de prisão preventiva, 11 mandados de condução coercitiva, um mandado de prisão temporária e 29 mandados de busca e apreensão.

Durante a operação, três laboratórios de produção de drogas foram desativados, e neles os policiais apreenderam 700 quilos de maconha e 33,39 quilos de cocaína, além de 72,65 quilos de produtos químicos utilizados para aumentar o volume dos entorpecentes. A polícia investiga, ainda, indícios do envolvimento de pelo menos dois integrantes da quadrilha de tráfico de drogas e armas em crimes de homicídios em Anápolis, localidade onde os índices de violência apresentaram curva ascendente, ao contrário das demais cidades goianas.

Integração

De acordo com o vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), José Eliton, que participou da coletiva na Superintendência de Polícia Federal, em Goiânia, para apresentação dos resultados da operação, a integração das forças policiais é extremamente importante para o enfrentamento do crime organizado. Segundo ele, a operação vem ao encontro de uma estratégia da Secretaria de Segurança Pública no combate ao tráfico de drogas e ao comércio de armas no Estado que vêm recebendo atenção especial desde o início de sua gestão. “É uma situação que estamos perseguindo com muita intensidade, entre as forças do Estado, entre as inteligências dos estados do Fórum Brasil Central e também com organismos federais, como a Polícia Federal”, afirmou.

José Eliton destacou que a Segurança Pública vai procurar estreitar cada vez mais as relações entre as várias forças policiais. Quanto aos efeitos da operação Roda Viva sobre os indicadores de violência em Anápolis, o vice-governador e secretário afirmou que essa operação vem dar encaminhamento positivo às demandas da segurança pública naquela cidade e que espera em pouco tempo ver os reflexos desta ação na redução dos números de crimes em Anápolis.

Para o superintendente Regional da PF em Goiás, delegado Umberto Ramos Rodrigues, a Operação Roda Viva marca o momento positivo que é o da integração entre as forças policiais em Goiás, parceria que vem evoluindo para uma relação institucional, com ações conjuntas e compartilhamento de provas. Segundo ele, foi uma operação de grande envergadura, realizada com a participação da Polícia Militar que, conforme destacou, tem sempre apoiado as ações da Polícia Federal, sobretudo pela capilaridade que tem, ao contrário da Polícia Federal. “É, portanto, uma data simbólica para a Polícia Federal; estamos felizes com o êxito da operação e também com a parceria, o trabalho em conjunto com a Polícia Militar de Goiás”, acentuou.

Quer comentar?

Comentários