Candidatura de Carlos Antônio pode “rodar”, dizem integrantes do PSDB local

Considerada até então uma manobra surpreendente, a filiação do deputado estadual Carlos Antônio no PSDB, realizada dias antes do fim da janela partidária, pode “rodar”, confidenciou um integrante da legenda em Anápolis.

Segundo ele, a filiação de Carlos Antônio “foi super estranha” e realizada em uma espécie de acordão entre o Palácio das Esmeraldas e o deputado federal Alexandre Baldy, hoje no PTN.

O plano seria cozinhar a candidatura de Carlos Antônio em banho-maria e ao mesmo tempo poupar Baldy do foco dos ataques do PT “para não aumentar a rejeição dele”, reservou outro tucano à coluna.

No momento adequado, a candidatura de Carlos Antônio seria abortada e a de Baldy lançada com todo o apoio do PSDB da cidade e do Estado.

Procurada, a assessoria de imprensa de Carlos Antônio disse que as informações não procedem e ressaltou que radialista trocou de partido a convite do governador Marconi Perillo, maior liderança do PSDB em Goiás. Ainda segundo a assessoria, o parlamentar tem ótima relação com a base do partido em Anápolis.

A assessoria de imprensa do deputado federal Alexandre Baldy também foi procurada pela coluna, mas até o momento não retornou o contato.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook