Portal 6

Novo presídio de Anápolis terá capacidade para abrigar 300 detentos

Após a conclusão das obras em quatro presídios estaduais, prevista para 2017, a Agência Goiana de Transportes e Obras informa que serão disponibilizadas mais 1,2 mil celas para o sistema prisional. Cada unidade terá 300 vagas que, somadas, apresentam investimentos da ordem de R$ 55 milhões, de parceria do governo federal, com contrapartida do Estado.

Os presídios estão sendo construídos nas cidades de Formosa, Águas Lindas de Goiás, Novo Gama e, ainda, em Anápolis, que já está com 85% das obras executadas. As construções dos presídios atendem as especificações técnicas do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça.

Cada unidade possui área de quase seis mil metros quadrados, com alojamentos divididos em duas alas de 150 celas cada. Os presídios contam com sala de aula, refeitório, pátio de sol, área para encontro íntimo e atendimentos psicológico e espiritual, além de galpões e oito guaritas de segurança (quatro internas e quatro externas).

As unidades

No presídio de Anápolis são executados atualmente a pintura dos blocos, plantio de grama, implantação do alambrado e instalações elétricas. Em Formosa 53% da obra já foi executada, com a conclusão dos serviços de alvenaria dos blocos da administração, saúde e segurança. No momento estão em andamento as obras de estrutura metálica do bloco da administração, galpão industrial e estrutura de concreto dos alojamentos.

Em Águas Lindas de Goiás o presídio está em andamento com a execução dos serviços de instalação da estrutura de concreto do galpão industrial, viga e pilares dos blocos de alojamento, de saúde e segurança. Nesta unidade foram executados 35% da obra. Já no presídio de Novo Gama, que já possui 41% das obras, foram construídas a estrutura de concreto do galpão industrial, alvenaria de canaletas das celas, cobertura e reboco dos blocos de saúde e segurança.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.