10 lojas de colchões em Anápolis são autuadas pelo Procon

O Procon Goiás fiscalizou, em Anápolis, juntamente com a Polícia Civil e o Instituto Nacional de Repressão à Fraude (Inarf), lojas que vendem colchões. A operação teve como objetivo impedir a comercialização de colchões que não estejam de acordo com os padrões estabelecidos pelo Inmetro. Foram visitados 12 estabelecimentos comerciais e uma fábrica de colchão. Dez deles autuados por desrespeito às normas de defesa do consumidor.

Irregularidades

As irregularidades encontradas foram: exposição de produtos à venda sem preço visível, repasse inadequado de informações de modo a não garantir ao consumidor a clareza e legibilidade das informações prestadas, exposição de preço de produtos com letras em tamanhos não uniformes e com preços apenas em parcela, não disponibilidade em local visível e de fácil acesso ao público, falta de exemplar do Código de Defesa do Consumidor, não afixação do n° de telefone do Procon em local visível ao público, não afixação de placa ou cartaz com dimensão estabelecida em lei, em local visível com informações sobre o direito do consumidor de ter o troco devolvido integralmente e em espécie, de acordo com a Lei do Troco.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook