Portal 6

Anápolis já totaliza cinco mortes por H1N1 neste ano

(Foto: Reprodução)

Pandemia no mundo inteiro em 2009, o H1N1 volta a causar medo em Anápolis. Somente neste ano, cinco pessoas contaminadas já morreram na cidade em consequência de complicações do vírus também conhecido como “Gripe A”.

A última delas foi Clóvis Veríssimo dos Santos, de 46 anos. Ele veio a óbito no domingo (23), na Santa Casa de Misericórdia de Anápolis.

Outros seis casos suspeitos de morte pelo vírus ainda aguardam confirmação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que se viu obrigada a estender o período de vacinação para até o dia 31 de maio  para conseguir imunizar as 85 mil pessoas do grupo de risco na cidade. A campanha se encerraria nesta sexta-feira (27).

Fazem parte do grupo de risco as crianças de até cinco anos, os idosos, as gestantes e mulheres em período de resguardo.

A dificuldade de imunizar todos os que precisam na cidade também se deve a falta da vacina em diversas unidades de saúde de Anápolis.

Inverno, o vilão

Não é atoa que o período de imunização ocorre ainda no outono, que se encerra em junho com a chegada do inverno. É neste período, seco e frio, que o vírus encontra as condições ideais para se proliferar. Por isso, evitar lugares fechados e fazer a higienização das mãos, de preferência com álcool em gel, é indispensável.

Quer comentar?

Comentários