Portal 6

Copa America do Centenário vê a estreia de Messi

Sem grandes surpresas até o momento, o evento que comemora o centenário da competição entre seleções nas Américas vê a estreia de sua maior estrela: o melhor jogador do mundo, Lionel Messi. Ainda se recuperando de uma contusão na coluna sofrida durante um amistoso preparatório para a competição, ele quis jogar contra o Panamá.

Messi é a cereja do bolo do evento, que acontece pela primeira vez nos Estados Unidos, país que possui o costume de realizar muitas apostas em modalidades esportivas. Nem é preciso observar quais os estados com mais apostas premiadas para saber que todos eles escolheram o selecionado portenho como o principal favorito da competição.

O Brasil segue em baixa, após estrear com um empate tímido com o Equador e vencer o Haiti com uma goleada, um time que é um exemplo do que poderia se chamar de futebol “café com leite”. Sem Neymar, que vai apenas disputar os jogos olímpicos, a seleção canarinho não apresenta um bom futebol, nem inspira confiança.

Messi se junta a Mascherano, Banega, Di Maria, Higuain, Rojo e mais alguns ótimos jogadores que atuam, em sua grande maioria, em times que disputam grandes campeonatos na Europa. Vice-campeã da última copa do mundo, realizada no Brasil, a Argentina segue jogando muito bem.

Maradona fala sobre a falta de liderança de Messi a Pelé

Maradona, messi, Pele

Em uma partida de caridade realizada na última quarta feira, entre os times de Pelé e Maradona, surgiu uma pequena polêmica gerada por causa da resposta do argentino a uma pergunta do brasileiro. Maradona disse – sem perceber que estava sendo gravado – que faltava liderança a Messi, apesar de sua qualidade técnica inegável.

Messi teria dado risada da afirmação, ao conversar com o brasileiro Belletti, ex-companheiro de Barcelona e atual comentarista do SporTV, ao ser informado via Whatsapp sobre a afirmação de Maradona. Independente dos comentários, o craque do Barcelona nunca decepciona dentro de campo.

Quer comentar?

Comentários