Aos 85 anos, uruguaio vence etapa do campeonato brasileiro de poker

Jaime Ateneloff

A quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Poker, a BSOP, foi um grande marco no cenário do circuito nacional da modalidade. Os motivos são inúmeros. Pela primeira vez houve uma etapa fora do país – o Uruguai, através do Conrad Casino & Resort, foi a sede. E pela primeira vez desde 2012, quando o colombiano Jhon Rua venceu a primeira etapa do calendário, houve um vencedor que não era brasileiro.

A sequência de 31 etapas com campeões brasileiros foi quebrada por Jaime Ateneloff, primeiro uruguaio a vencer um evento principal do calendário. A curiosidade é que Ateneloff tem 85 anos – fazendo dele, além de todo o mais, o mais velho campeão de uma etapa do circuito. Jaime bateu outros 785 jogadores do evento principal e levou 88.412 mil dólares para casa — cerca de 300 mil reais, uma das maiores premiações da história no calendário nacional. O heads up (quando há apenas dois jogadores na mesa final) foi contra o também uruguaio Omar Heynart. Embora tivesse mais fichas ao início do confronto final, Jaime perdeu algumas mãos até se recuperar e vencer o compatriota através de muita paciência e sangue frio.

Jaime compete profissionalmente há mais de dez anos, mas nunca havia ganho um torneio de grande importância como a BSOP. Seu melhor resultado anterior havia sido em 2009. Ele ficou em 16º lugar no evento principal da etapa argentina da Latin American Poker Tour, o circuito latinoamericano que é organizado pela PokerStars. A última edição do circuito brasileira foi a única que Ateneloff participou até hoje – uma estreia e tanto.

Brasileiro fecha o pódio em terceiro lugar – confira premiação completa

Caio Machado foi o melhor brasileiro qualificado no evento. Em comparação a outros do calendário, houve uma maior participação de argentinos e uruguaio – de certa forma, isso fez com que o nível da competição ficasse semelhante aos torneios latinoamericanos. Machado leva para casa mais de 50 mil dólares. Foi o melhor resultado de sua carreira.

Ao todo, 111 jogadores foram premiados dentre os 786 que se inscreveram – a inscrição foi de 800 dólares e aberta ao público em geral. Ao todo, foram 517.880 dólares de premiação dividida entre os 111 melhores (obviamente com o primeiro levando mais). Os 10 primeiros ficaram assim:

  1. Jaime Ateneloff (Uruguai) – US$ 88.412
  2. Omar Oyhenart (Uruguai) – US$ 58.025
  3. Caio Machado (Brasil) – US$ 53.431,00
  4. André Eskinazi (Brasil) – US$ 31.900,00
  5. Luiz Duarte (Brasil) – US$ 25.270,00
  6. Federico Castaing (Argentina) – US$ 19.105,00
  7. Gonzalo Garcia (Uruguai) – US$ 13.720,00
  8. Matheus Zilberknop (Brasil) – US$ 9.370,00

Próxima etapa trás o circo de volta para o Brasil

Após o sucesso dos quase mil inscritos no Uruguai, a quinta etapa da Brazilian Series of Poker já tem data marcada: São Paulo sedia pela segunda vez um evento principal do calendário, dos dias 21 a 26 de julho deste ano. A competição ocorre onde já é costume, o Golden Hall” do hotel WTC Sheraton – um dos mais luxuosos da cidade, ao lado da famosa “ponte estaiada”. Após, a sexta etapa deve acontecer em agosto no nordeste, em Natal.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

Rápidas

Danilo Boaventura

Danilo Boaventura

É a seção que publica informações exclusivas, de bastidores sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Dinheiro Nosso

Rodolfo Torres

Rodolfo Torres

É a seção que publica informações exclusivas, de economia sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Deniza Zucchetti

Deniza Zucchetti

É professora por vocação, quase RI, escritora por amor nas horas vagas e mãe em período integral

Bruno Rodrigues Ferreira

Bruno Rodrigues Ferreira

É jornalista, psicólogo e especialista em Tecnologia e Educação e Gestão em Saúde