‘Meu pai me injetou com HIV quando era bebê’, diz jovem de 25 anos

Com 25 anos, Brryan Jackson tem HIV. Mas o interessante desta história é como o jovem contraiu a doença. Contrariando todos os métodos tradicionais de infecção, o rapaz foi infectado pelo próprio pai quando tinha apenas 11 meses de vida.

A doença foi descoberta quando Brryan tinha apenas cinco anos e foi internado em um hospital de St. Louis, nos EUA, com serío risco de vida. Por causa da internação os médicos fizeram um exame de sangue mais detalhado e descobriram que Brryan Jackson tinha HIV.

Quando o jovem ainda era um bebê de apenas 11 meses, durante uma internação, o pai do garoto aproveitou uma saída da mãe do quarto para injetar o vírus na corrente sanguínea do filho. Sequer usou o mesmo tipo de sangue do bebê, o que provocou uma reação imediata no organismo, ainda assim atribuída pelos médicos aos efeitos da asma.

Os motivos do pai foram descobertos um pouco mais tarde. Técnico em hematologia, o homem que estava se separando da mãe de Brryan o infectou por estar preocupado com o pagamento de pensão.

Com 25 anos hoje, o jovem tem a doença sob controle e se transformou em palestrante motivacional, além de criar uma ONG, a Living With Hope (Vivendo com Esperança), para promover maior compreensão sobre a doença e estimular mais solidariedade com portadores do vírus.

Durante muitos anos a sua vida social foi prejudicada por conta da doença e o rapaz cresceu meio que isolado da sociedade por conta de sua condição médica. Hoje sua rotina já não envolve mais andar com sondas pelo corpo, como nos tempos de escola. As 23 pílulas diárias hoje são apenas uma, embora de três em três meses ele precise ir ao médico para checar seu sistema imunológico.

Com informações de Globo.com

 

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook