Filho do homem que matou policial em Britânia é solto pela Justiça

O jovem Brunno Vieira de Sousa, de 29 anos, filho do homem que matou o policial militar Uires Alves da Silva, deixou a prisão na noite do ultimo sábado (09). Principal envolvido na discussão que acarretou a morte de duas pessoas, o rapaz estava detido desde o dia 8 quando desrespeitou a ordem para que mantivesse o som de seu carro em volume baixo.

Na ocasião, que foi gravada em vídeo, a esposa dele tentou impedir a detenção agredindo os policiais, o que causou uma confusão que resultou na morte de Uires e do pai de Brunno, Ismael Pereira de Sousa, e deixou três feridos, um deles um soldado da polícia militar.

Brunno foi solto após o juiz plantonista Luís Henrique Lins Galvão expedir o alvará de soltura. No documento, o magistrado ressalta que, com base no boletim de ocorrência da PM, o caseiro não empunhou arma contra os policiais e por isso não tem motivos para ficar preso.

A polícia militar segue investigando o caso para concluir o que realmente aconteceu naquela noite.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

Rápidas

Danilo Boaventura

Danilo Boaventura

É a seção que publica informações exclusivas, de bastidores sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Dinheiro Nosso

Rodolfo Torres

Rodolfo Torres

É a seção que publica informações exclusivas, de economia sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás