Passageiros se recusam a embarcar em avião pilotado por mulheres

Um fato surpreendente aconteceu na última segunda-feira (11) em um voo entre Miami, nos Estados Unidos, e Buenos Aires, na Argentina. Alguns passeiros se recusaram a embarcar após descobrirem que o avião seria pilotado por duas mulheres.

Por mais absurda que a situação possa parecer, ela realmente aconteceu. De acordo com o relato de Marcos Martínez, um dos passageiros que viajou no avião, ele, a esposa e seus dois filhos entraram na aeronave e se surpreenderam ao encontrarem lugares vagos. Logo em seguida, o atraso da decolagem incomodou Marcos que começou a ficar impaciente.

“Me aproximei da aeromoça e perguntei se a companhia estava esperando alguém importante ou algo do tipo. Ela respondeu que não e que era pra eu ficar tranquilo”.

O rapaz deu depoimento ao jornal argentino La Nación e disse que só depois de 1h30 o avião levantou voo. Após a decolagem, o motivo do atrasado enfim foi explicado.

“O comandante de bordo falou algumas instruções e citou algo relacionado a piloto e a co-piloto. Só aí que descobri que se tratavam de mulheres. O voo continuou normalmente e depois uma das tripulantes da cabine disse que sete passageiros desistiram de embarcar ao descobrirem que o piloto e co-piloto eram mulheres. Então a companhia precisou retirar suas malas do avião e isso demorou 1h30“.

No total, sete passageiros que se recusaram a embarcar não tiveram a identidade revelada.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

Rápidas

Danilo Boaventura

Danilo Boaventura

É a seção que publica informações exclusivas, de bastidores sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Dinheiro Nosso

Rodolfo Torres

Rodolfo Torres

É a seção que publica informações exclusivas, de economia sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás