Portal 6

Anonymous derruba site do TJ Rio após bloqueio do WhatsApp

O grupo Anonymous Brasil afirmou que retirarou do ar o site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em resposta ao bloqueio do WhatsApp no Brasil. A medida é uma forma de represália contra a decisão da Justiça do Rio de Janeiro de determinar o bloqueio do WhatsApp.

A decisão é da juíza Daniela Barbosa de Souza, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Duque de Caxias e se estabelece pelo fato de fato de o aplicativo não compartilhar informações sobre investigações criminais. Este mesmo motivo levou o aplicativo a ser bloqueado por outras duas vezes no Brasil. A primeira em Dezembro de 2015 e a última em Maio deste ano.

“A ordem judicial não foi cumprida, apesar de reiterada por três vezes, ensejando, assim, a adoção das medidas coercitivas determinadas por este juízo”, diz Souza na decisão.

A decisão pediu o veto imediato à ferramenta. A ordem foi enviada às operadoras de telefonia que já iniciou o bloqueio em todo o país. Não se sabe ao certo quanto tempo o bloqueio irá durar, mas se depender das últimas vezes, não deve ultrapassar as 48 horas.

Em abril terminou de implementar a criptografia “end-to-end”. Com isso, segundo o aplicativo, se tornou impossível divulgar os dados. Esse é o principal argumento usado pela defesa do serviço.

Quer comentar?

Comentários