Fiocruz confirma transmissão de zika por pernilongos domésticos

Os cientistas da Fiocruz, a Fundação Oswaldo Cruz, encontraram Zika em pernilongos domésticos, também chamados de muriçocas. É a primeira vez que uma pesquisa comprova que o vírus não é transmitido apenas pelo Aedes aegypti.

Os pesquisadores examinaram 500 mosquitos coletados na cidade do Recife, em Pernambuco, onde a população de pernilongos é cerca de 20 vezes maior do que a do Aedes aegypti .

Os endereços escolhidos para a coleta dos insetos foram aqueles onde a Secretaria de Saúde de Pernambuco registrou os maiores índices de contaminação.

A pesquisa da Fiocruz indica ainda que a carga viral no pernilongo é similar a encontrada no Aedes aegypti. Agora, os cientistas vão estudar qual o potencial de transmissão do pernilongo.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado esta semana, pelo Ministério da Saúde, entre outubro do ano passado e o último dia 16, foram confirmados 1.709 casos de microcefalia.

Pelo menos 267 casos causados pelo Zika. Em toda a Região Norte, foram confirmados 50 casos de microcefalia. No Mato Grosso, são 35 casos confirmados até agora e, no Maranhão, 133.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook