Brasil deve registrar 18 mil novos casos de câncer de pele neste ano

Seis mil só do tipo melanoma, que é um dos mais agressivos

Brasil deve registrar 18 mil novos casos de câncer de pele neste ano, seis mil só do tipo melanoma, que é um dos mais agressivos. O Cotidiano conversou com a oncologista e membro do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado Pela Vida, Carolina Kawamura, sobre o cuidado da prevenção, os sintomas e tratamento do câncer de pele. ”

“A exposição à radiação ultra-violeta, ou seja, ao sol, é o principal fator de risco para o desenvolvimento de câncer de pele, dentre eles, o mais sério que é o melanoma”, esclarece.

Ela diz que a doença não é tão fácil de se tratar. Felizmente, a maior parte dos cânceres de pele é do tipo carcinoma, que tem tratamento mais simples, que pode ser tratado com a biópsia.

Ainda segundo a médica, o melanoma pode ser curável com o tratamento cirúrgico local, sem imunoterapia e outras formas mais agressivas, mas é um tipo de câncer de pele que quando diagnosticado de uma maneira mais avançada ou quando é do tipo mais agressivo se torna um tratamento bastante complexo.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook