Justiça condena Continental Construtora a pagar indenização de 15 mil para moradora de Anápolis

(Foto: Reprodução)

A 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do estado de Goiás (TJGO) manteve a sentença do juiz Dante Bartoccini, da comarca de Anápolis, obrigando a Continental Construtora e Incorporadora a alojar Zilbernik Siqueira Teodoro e família em um hotel ou residência até reparar os danos do imóvel adquirido por ela.

A construtora também terá de pagar indenização por danos morais de R$ 15 mil, além de custas processuais e honorários advocatários. Em caso de descumprimento a empresa terá que pagar multa de mil reais por dia.

Zilbernik recebeu o imóvel em atraso e três anos depois começaram a aparecer rachaduras e infiltrações no imóvel. Com os problemas, ela percebeu também que o material usado pela construtora não estava de acordo com o apresentado no projeto de construção.

No processo, a Construtora Continental alegou que os danos causados na casa eram decorrentes de falta de manutenção, ou realização de reforma inadequada, mas o desembargador-relator do caso, Fausto Moreira Diniz, não acolheu o argumento e ainda ressaltou na decisão que o empreiteiro é responsável pela solidez e segurança de edifícios, respondendo dentro do prazo de garantia de cinco anos, com está previsto no artigo 1.245 do Código Civil de 1916.

Com informações do TJGO

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook