Vendedor de balas que chamou adolescente de ‘biba’ não pode mais trabalhar no Terminal Urbano de Anápolis

Atualização às 16h30

Há um mês atrás as redes sociais em Anápolis ficaram em polvorosa com a discussão entre adolescentes e um vendedor de balas no Terminal Urbano.

A confusão, registrada por um celular, mostrava um grupo de estudantes exortando o ambulante por conta de uma brincadeira homofóbica que ele havia feito, chamando um garoto menor de idade de ‘biba’. Relembre aqui.

Após o episódio, que rendeu muita polêmica, o pivô da história não foi visto com a mesma frequência nas dependências do Terminal.

Segundo Odair Borges, administrador do Terminal Urbano de Anápolis, após o episódio foi verificado que o homem não tinha licença para fazer comércio ambulante nos ônibus e ele foi orientado a não voltar mais. Porém, após a primeira postagem da notícia, internautas disseram que viram o vendedor no local.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook