Retomada das obras do Residencial Colorado, em Anápolis, permanece indefinida

(Foto: Reprodução)

Construção parada, beneficiários cansados e Prefeitura de Anápolis e Caixa Econômica Federal sem previsão de retomada das obras do Residencial Colorado. A Construtora Almeida Neves, responsável pela obra, parou as atividades no local ainda no inicio do ano alegando atraso nos repasses de verba e “incerteza econômica”, gerada pelo processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Em julho um plano de retomada das obras foi enviado pela Almeida Neves à Caixa Econômica e Ministério das Cidades. Os órgão ficaram de avaliar o documento desde então.

O secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Francisco Rosa prometeu atender a reportagem do Portal 6 para falar a respeito da situação, mas não cumpriu o combinado. Coube a diretora de Proteção Social Básica e responsável pelo programa Minha Casa Minha Vida em Anápolis, Maria Aparecida Brito, fazê-lo por ele, mas segundo ela, nenhuma informação concreta sobre as obras pode ser dada porque a Secretaria precisa de uma definição da Caixa juntamente com o Governo Federal.

Com a mudança Governo, a Prefeitura ainda não recebeu um novo contato do Ministério das Cidades. A expectativa é que assim que a proposta for aceita, a construtora elabore um novo cronograma para que o trabalho seja concluído em um prazo de seis meses.

(Foto: Reprodução/ Almeida Neves)
(Foto: Reprodução/ Almeida Neves)

O Portal 6 entrou em contato com a Caixa Econômica Federal e aguarda o posicionamento sobre o plano de retomada, bem como a data que estima poder autorizar a retomada das obras.

O Residencial Colorado I está com 88,68% da infraestrutura pronta e o Colorado II com apenas 80,50%.

São Cristóvão

Iniciado bem depois do Colorado, a Prefeitura de Anápolis espera apenas a assinatura dos contratos do Residencial São Cristóvão no dia 21 de setembro para entregar os apartamentos logo no início de outubro.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook