Dez mil homens vão reforçar a segurança nas eleições em Goiás

Comandante Geral da PM, Coronel Divino Alvas dá detalhe de como será o policiamento em todo o Estado. (Foto: Agecom)

A Polícia Militar apresentou ontem (30), o planejamento para as eleições municipais em Goiás, que serão realizadas no próximo domingo, dia 2 de outubro. No total, 10 mil homens serão deslocados para as 17 regionais eleitorais do Estado. Neste sábado, dia 1º, um efetivo formado por 126 policiais já se desloca para a região de Posse. Outro quantitativo, formado por 650 homens, segue para as demais localidades.

Itumbiara

O comandante geral, coronel Divino Alves, explicou que Itumbiara terá um reforço no efetivo com tropas do Comando de Operação de Divisas e do Grupamento Aéreo. “A expectativa é que as eleições transcorram de maneira tranquila em todo o Estado. Não deveremos ter situações que fujam do nosso controle”, diz o coronel.

O comandante também afirmou que “o planejamento para as eleições começou há dois meses para alinhar detalhes e logísticas. Observamos a quantidade de locais de votação e falamos com os comandantes regionais para chegar ao número exato de contingente por local. É o suficiente para atender a demanda em Goiás”, pontua. Ele também reforçou que toda Polícia Militar está envolvida diretamente no pleito eleitoral municipal.

A frente formada pela Comissão de Segurança Permanente da Justiça Eleitoral é formada pelo Tribunal Regional Eleitoral, Polícia Federal, Polícia Civil e Ministério Público. A partir das 18 horas deste sábado os policiais irão fazer a guarda dos 2.497 locais onde estarão as urnas de votação. No domingo haverá, no mínimo, dois homens em cada localidade e na véspera e no dia do pleito haverá policiamento nos Cartórios Eleitorais, com escolta de juízes e promotores eleitorais.

Lei Seca

A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária, em consonância com o Tribunal Regional Eleitoral, informa que não vai adotar a restrição de venda e consumo de bebidas alcoólicas (Lei Seca) nas eleições de 2016. Por ser uma eleição municipal, a Secretaria recomenda que o eleitor fique atento a possíveis decisões dos juízes eleitorais da região, que podem adotar regras específicas caso julguem conveniente. A SSPAP ressalta que as forças policiais goianas estarão presentes em todos os municípios para garantir que as eleições ocorram de forma pacífica e de acordo com a legislação eleitoral.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

loading...