Eleitores que votam no IFG dizem ter sido ‘pegos de surpresa’ com alteração de seções

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Eleitores que no primeiro turno votaram no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, em Anápolis, se depararam com os portões do local fechados na manhã deste domingo (30), no segundo turno das eleições para prefeito.

Na semana passada, o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE0 divulgou a mudança em seis seções (462, 469, 472, 475, 480 e 483) que ficam no Instituto. Todas as seções foram transferidas para a Escola Municipal Cecília Meireles, no Jardim Ana Cláudia. O local está ocupado por estudantes que são contrários à proposta de emenda à Constituição que limita os gastos do governo federal à inflação, pelos próximos 20 anos.

Mesmo assim, várias pessoas foram pegas de surpresa. Foi o que aconteceu com o operador de máquinas, Ronaldo de Carvalho. “Eu não conheço essa escola, não. Vou ali ver se alguém me ajuda. Eu ouvi dizer que ia ter essa mudança, mas não sabia que era aqui, fui pego de surpresa.”

Quem também chegou para votar no Instituto Federal de Educação foi a estudante Santina da Silva. “No primeiro turno foi tudo aqui mesmo. Agora eu chego aqui e está fechado. Ainda bem que a outra escola fica aqui perto”, se não fosse, como que eu ia votar?”, questiona Santina.

Integrantes do movimento estudantil acampados no Instituto Federal da cidade disseram que a decisão de alterar as seções foi tomada pelo TRE sem diálogo com os alunos, que estão há mais de três semanas no local.

Em Anápolis, houve mudança também para quem vota na Escola Estadual Leany Lopes de Souza. Sete seções (377, 385, 403, 424, 446, 457 e 471), segundo o TRE, foram alteradas por motivos técnicos e os eleitores estão votando na Escola Municipal Anapolino Silvério de Faria. Os motivos da mudança não foram detalhados pelo Tribunal Eleitoral.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

loading...