Polícia Federal desarticula quadrilha de tráfico de drogas e roubo a banco em Anápolis

Foi realizada nesta quinta-feira (03), pela Polícia Federal, a Operação Cinderella para desarticular uma organização criminosa com membros no Tocantins e em Goiás. Eles são suspeitos de praticar roubo e extorsão mediante sequestro contra funcionários de bancos.

Nesta operação 20 mandatos estão sendo cumpridos e oito pessoas já foram presas. Em Anápolis, os principais alvos são funcionários do Banco Bradesco.

Segundo a PF, a organização também é suspeita de tráfico interestadual de drogas nos dois estados e a base funcionaria na cidade Araguaína (TO).

Durante a investigação, foi recuperado mais de R$ 1 milhão, evitando maior prejuízo para os bancos.

Cerca de 50 policiais estão participando da operação. Do total dos mandatos, oito são de prisões (sete preventivas e uma temporária), 10 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva (quando alguém é levado à delegacia para depor).

Os envolvidos podem responder pelo crime de extorsão mediante sequestro praticado por organização criminosa e a pena pode chegar a 20 anos.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

loading...