Seja perseverante e resistente. Nada chegará à sua mão de graça, lute!

Na vida precisamos ser resistentes e perseverantes. Parece perda de tempo e muitas vezes até improdutivo, mas cada passo devagarinho contribuirá de forma exata aonde se quer chegar. Percebo que muitas pessoas não sabem lidar com as dificuldades e suas frustrações, não aguentam um ventinho e a emborcada que ele nos obriga a dar.

Alguns vão entregando os pontos, desistindo, cedem ao comodismo, aos caprichos e à adulação. Tantos sem resistência alguma, sem condições de aguentar as circunstâncias e não voltar atrás no que realmente importa, fazendo a coisa certa e justa com princípios inegociáveis, sem murmurar, sem reclamar da vida, sem cobrar do mundo respostas urgentes de suas dificuldades que são passageiras.

Tudo na vida se aprende, inclusive correr atrás e perseverar na essencialidade da vida sem transferir responsabilidade dos seus desgostos aos outros. Muitos se comportam exalando caprichos, qualquer pedrinha no sapato da existência não suporta; sentem que tem o direito de serem não-me-toque, não engolem frustração e contrariedades. Se faz necessário compreender que o favor de Deus está justamente sobre aqueles que semeiam chorando, e, depois voltam colhendo com alegria.

Pessoas que enfrentaram momentos terríveis em suas vidas e não desistiram forjaram em si um tutano existencial incrível, e a vontade de recomeçar os motiva sempre – quando as circunstâncias os impossibilitaram, acabaram se tornando impressionantes na resistência emocional que desenvolveram e no caráter que construíram. Resilientes, perseverantes, pacientes na adversidade, fortes no objetivo, impulsionados pelo inconcebível, encararam todas as negativas e atingiram um nível de resistência absoluta a despeito de tudo o mais.

A vida não é um parquinho de diversão, é dureza. Frescura versus vitimismo não cabe aqui. No mundo a gente vai ter muita dificuldade e muitas coisas não vão dar certo mesmo, mas, precisamos ter bom ânimo e não ficar esmurrando o vento.

Os “nãos” durante o caminho são para nos impulsionar ao alvo certo. Resiliência, coragem, esperança, resistência, comprometimento, humildade sem barganha com a vida é a escolha do que deseja completar a carreira. Seja simples, senão não aguentará o menor esfregão. Precisamos recuperar nossa força, necessitamos ser sólidos para encarar o que vier ao invés de construir nossas bases na areia, totalmente indefesas, cheia de frescurites agudas, sem a força da fé e da resistência.

As pessoas andam tendo faniquito a primeira brisa e isso vai tomando proporções enormes no coração e na alma, sensações terríveis e paralisantes. Sem base não se firma os pés, se não estiver preparado para viver fica insuportável – a pessoa fica cheia de angústias, frescuras, chiliques – poderá estar num ambiente completamente favorável que terá suas crises de caprichos. Muitos não estão preparados para esperar e resistir, pois não sabem de onde virá o socorro, não olham mais aos céus e não O buscam. À disposição de todos estão as tecnologias que nos iludem e enfraquecem, uma fantasia de sucesso que satisfaz a curtíssimo prazo e que deixa para trás o essencial, de fato os pilares da vida foram todos derrubados e, foram colocados em nossas mãos comodidades e expectativas ilusórias que nada tem a ver com a realidade da vida e a corrida pela busca de uma satisfação inexistente que atende apenas aos caprichos imediatos.

Se não tivermos sabedoria para lidar com as contrariedades tão recorrentes e constantes de nossa existência iremos nos desmantelar. A resistência e perseverança nos diz que há tempo para tudo, mesmo que diante de movimentos lentos, mas constantes, assim chegaremos ao destino final intacto, de fato o mais importante do que conseguir realizar é no que seu ser irá se tornar.

Deniza Zucchetti é professora por vocação, quase Relações Internacionais, escritora por amor nas horas vagas e mãe de dois lindos filhos em período integral. Escreve toda semana.

Quer comentar?

Comentários