Portal 6

Ministério da Saúde começa a vacinar professores contra gripe a partir de segunda-feira (10)

(Foto: Reprodução)

Ministério da Saúde entendeu que este é um público prioritário porque tem contato com grande quantidade de crianças e jovens no trabalho

Pela primeira vez, os professores das redes pública e privada de Goiás vão receber de graça a imunização contra a gripe, por meio da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, promovida pelo Ministério da Saúde (MS), em todo o Brasil nesta segunda-feira (10).

Nas etapas anteriores, os professores não recebiam a vacina por meio da campanha. No entanto, o MS entendeu que este é um público prioritário porque tem contato com grande quantidade de crianças e jovens no trabalho, e a vacinação pode contribuir para ampliar o bloqueio contra o vírus da gripe.

A influenza, popularmente conhecida como gripe, é uma doença febril, aguda e geralmente benigna. De acordo com o MS, os principais sintomas são: febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, mialgia e anorexia, assim como sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. Existem 3 tipos de vírus influenza: A, B e C. O tipo C da influenza tem infecções respiratórias mais brandas. Os vírus A e B são os que causam maior impacto na saúde pública.

Além dos professores, que entram agora na campanha, podem se vacinar: idosos com 60 anos ou mais; crianças na faixa etária de 6 meses a menos de 5 anos; gestantes; puérperas até 45 dias após o parto; indígenas; trabalhadores da saúde que fazem atendimento nas unidades para a influenza; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; e população privada de liberdade, entre outros.

A meta do Ministério da Saúde é imunizar, no mínimo 80%, do público alvo. Serão distribuídas mais de 54 milhões de doses. O Dia D da campanha está marcado para o sábado, dia 6 de maio.

Quer comentar?

Comentários