Soropositivo mantido dentro de jaula é resgatado pela Polícia Civil de Anápolis

Edson Carlos Matos, de 31 anos, era mantido dentro de uma espécie de jaula no Viviam Parque. (Foto: Divulgação/ Delegacia do Deficiente)
Segundo Delegacia do Deficiente, vítima também tem problemas mentais e estava nessa situação havia alguns meses

“Nunca encontrei sequer um cachorro nessa situação”, diz ainda abalado o delegado Manoel Vanderic, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Pessoa com Deficiência, em Anápolis.

Na manhã desta quinta-feira (20) ele foi até o bairro Viviam Parque, na região Sul da cidade, para resgatar Edson Carlos Matos, de 31 anos, que é cego, soropositivo e há meses era mantido dentro de uma jaula, em condições totalmente desumanas. A Polícia Civil soube do caso por meio de denúncia realizada ontem (19).

Segundo Manoel Vanderic, Edson estava trancado com cadeado dentro de um cômodo envolta a fezes secas espalhadas pelo chão e uma bacia d’água. Assim, conforme conseguiu apurar o delegado, o homem, que também é doente mental, permaneceu por vários meses.

“Um irmão, que também estava puro osso, mora na casa da frente e nos contou que a irmã é a tutora e administra a aposentadoria dele. Vamos agora procurá-la para saber porque isso [abandono, cárcere privado e apropriação de aposentadoria] estava acontecendo. Esse infelizmente é o resultado da precariedade da assistência mental no município”, lembra o delegado, que só conseguiu realizar a internação de Edson no Sanatório de Anápolis após esperar horas na unidade, que não tinha clínico geral para avaliá-lo.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

Rápidas

Danilo Boaventura

Danilo Boaventura

É a seção que publica informações exclusivas, de bastidores sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Dinheiro Nosso

Rodolfo Torres

Rodolfo Torres

É a seção que publica informações exclusivas, de economia sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás