Portal 6

Não está gostando de alguma situação? Diga “não sou obrigada” e saia; é direito seu

Não tenha medo de fechar a porta logo após ter saído por ela. Insistir em situações que te maltratam, voltando ao lugar do massacre da alma por aparentar segurança, é tentador para todo inseguro.

A pessoa que se sujeita a hostilidade dos outros, sempre tentando agradá-los de alguma forma, bancando o politicamente correto, além de suportar todo tipo de desagrados, estará dando mais lenha pra fogueira que querem acender em você.

Se sentes que não cabe em tal ambiente, se és objeto de repulsa somente pelo fato de estar presente –  e por gratuitamente não o aceitarem, saia. Pessoas narcisistas não enxergam além do próprio eu falsificado; não pense que eles farão questão de ver algo de valor em você. Saia e feche a porta. E bem fechada! Para que não cedas à tentação daquilo que as falsas impressões e a falsa transparência mostra, pois a dissimulação faz o outro enxergar apenas o que é admissível a ela. Alguns transparecem “mudanças” das quais não se sujeitaram, promove um marketing de “melhora” da qual nunca aconteceu.

Não perca seu tempo tentando tratar a hostilidade alheia. Pessoas assim são ensimesmadas, estão em sono profundo e precisam acordar sozinhas. Não se sujeite ao jugo e ao jogo de abusos de ninguém. Já basta a nós o tratamento diário de nossas almas, do examinar-se a si mesmo, da transformação pela via da renovação da mente. É pessoal e intransferível.

Pessoas que suportam sua presença no ambiente com o único intuito de se auto afirmar enquanto tripudia seu coração são mal resolvidas, egocêntricas, desprovidas de bom senso e auto crítica, carente de amor próprio – não terá o que oferecer aos outros o que não tem.

Saia. Feche a porta. Tem coisas grandiosas à sua espera. Não se acostume nem se obrigue à birra e antipatia de ninguém, muito menos ao fingimento descarado do ambiente. Se se entregar e participar da mesma mesa que eles, ficará igual. O abismo que você foge acabará te engolindo.

Perceba que seu chamado pra Vida é pela via do Bem. Nenhum bem habita a sala do mal-estar, pois em estando já deixou de ser bem para competir com o mal. O bem não entra em queda de braço com outrem, essa jamais será uma de suas motivações. O bem ama e não se porta inconvenientemente. Ele nunca força a barra. Tudo tem limite. Algumas situações basta uma vez. Se o bem não é aceito, sua atitude é de sacodir a poeira, tomar sua vereda com o bem para si e caminhar tranquilo sem traumas.

Não se reduza para aguentar os caprichos desumanos de alguém. Quem perde é aquele que prefere o ambiente da antipatia grotesca enquanto inala de sua própria toxicidade. Você ganha sempre quando seu inspirar e expirar é em busca da harmonia e liberdade para sua existência, o bem simples sem complicações. Ninguém tem vida na sala das rejeições. Siga livre. Saia. Feche a porta. Sem mágoas e ressentimentos. Siga consciente de suas intenções, motivações e de sua paz.

Deniza Zucchetti é professora por vocação, quase Relações Internacionais, escritora por amor nas horas vagas e mãe de dois lindos filhos em período integral. Escreve toda semana.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.