Portal 6

Gerente que roubava Banco do Brasil foi preso em mega operação da PF em Anápolis

(Foto: Reprodução)

Investigação estima que valor desviado pode ter alcançado a casa dos R$ 100 milhões

A Policia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (28) um ex-gerente do Banco do Brasil de Anápolis investigado por fraudar empréstimos do Fundo de Apoio ao Trabalhador Rural. Ele liberava os benefícios, que tem juros bem abaixo que o valor de mercado, e ficava com a diferença.

O bancário já havia sido demitido do banco, que percebeu as fraudes e as remeteu à Justiça. Segundo o delegado da PF de Anápolis, Antônio José dos Santos, na casa do ex-servidor foram encontrados documentos, como cheques, que comprovam o crime.

A PF também cumpriu 68 mandados de condução coercitiva. Dentre eles, 60 em Anápolis, três de Goianápolis, um de Gameleira, dois de Goiânia, um de Itaberaí e um de Silvânia. A condução coercitiva ocorre quando há indícios de relação com o crime.

Conforme Antônio José, eles foram indiciados por estelionato e a maioria já prestou depoimento. Algumas pessoas não foram encontradas pelos agentes e devem ser ouvidas nesta quinta-feira (29).

Valores

A investigação descobriu que até 2015 cerca de R$ 87 milhões foram emprestados irregularmente no esquema. Porém, a investigação da Polícia Federal estima que o valor total desviado posteriormente pode ter alcançando a casa dos R$ 100 milhões.

“Desse dinheiro todo, 50% foi pago. Mas mesmo pagando eles tiveram o benefício irregular com juros baixos e aplicaram em finalidades diversas que não eram àquelas anteriormente designadas”, explicou Antônio José dos Santos.

O inquérito será encaminhado para 11ª Vara da Justiça Federal, em Goiânia e o ex-gerente do Banco do Brasil  foi levado para o presídio de Anápolis, no Recanto do Sol.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.