Portal 6

Resumo O Rico e Lázaro – Quinta 13/07/2017

13 de julho – Kassaia diz que Asher a ajudou. Nabucodonosor manda Nebuzaradã abaixar a arma. A princesa recusa a ajuda de Sammu-Ramat, que estranha. O rei avisa que recompensará o escravo hebreu. Zac expulsa Fassur de casa. Amitis estranha o comportamento de Kassaia. Para recompensar Asher, Nabucodonosor avisa que ele vai trabalhar cuidando dos jardins da rainha. Zac se entende com Elga. Os familiares de Ravina comemoram a vitória na votação. Em conversa com Zelfa, Joana confessa pensar em Asher todos os dias. Lia cuida de Daniel. Lior diz que Asher precisa ter fé. Joana pensa em seu amado. Ela recebe a visita de Zac. Eles comemoram a vitória de Ravina na eleição da sinagoga. Alguns dias se passam e Joana vende tecidos na rua do comércio. Lior fala sobre a nova função de Asher. Ravina estranha ao ver Fassur abatido e sujo. A comitiva do rei retorna do Campo de Dura. Joaquim se declara para Edissa. Gadise pergunta se Matias sentiu sua falta. Ravina e Zadoque comentam sobre a decadência de Fassur. Gadise fica decepcionada com a frieza de Matias. Sammu-Ramat diz estar desconfiada de Kassaia. Kassaia confessa para Amitis que não se deitou com o escravo. A princesa diz estar farta de mentiras em sua vida. Sadraque, Mesaque e Abednego encontram Daniel e falam sobre o milagre na fornalha. Belsazar desrespeita Nabonido. Daniel descobre que Beroso convenceu o rei de fazer o decreto obrigando os hebreus a se curvarem diante da estátua de Marduk. Nebuzaradã sorri ao receber uma mensagem. Ebede-meleque e Gadise falam sobre o milagre na fornalha. Rabe-Sáris conversa com os familiares sobre os acontecimentos no Campo de Dura. Neusta diz permitir a união entre Joaquim e Edissa. Nebuzaradã e Beroso vão até a sala do trono e entregam uma mensagem que foi interceptada a caminho do reino de Tiro. Nabucodonosor lê o pergaminho e fica furioso. O rei diz que Joaquim é um traidor e avisa que cortará seu pescoço.

Quer comentar?

Comentários