Portal 6

Cinemais do Brasil Park Shopping não quis acordo com Procon

(Foto: Weverthon Dias)

Decisão do órgão sobre proibição da entrada de alimentos dentro do cinema pode sair ainda esta semana

Administradora das salas de cinema do Brasil Park Shopping, o Cinemais não entregou assinado ao Procon Municipal o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) proposto pelo órgão para dirimir os conflitos que a rede tem com clientes em Anápolis.

Em nota pública divulgada no último dia 13 de julho, o Cinemais alegou que barra alimentos comprados por clientes fora de suas dependências para proteger patrimônio e que permite o ingresso de pessoas com comidas similares às que vende nas bombonieres da empresa, ‘desde que adquiridos em embalagens similares’.

O Procon, entretanto, já havia adiantado que não considera razoável impedir a entrada de pessoas que estejam com cremes, como milk shake e açaí.

“Por que o refrigerante [vendido pelo Cinemais] pode e o milk shake com tampa, no mesmo tipo de condicionamento [do refrigerante] não pode?”, ponderou Valeriano Abreu, secretário Municipal de Defesa do Consumidor.

O órgão também havia requerido ao Cinemais que especificasse o que seria “lanches em geral”, também proibidos dentro do cinema.

A decisão do Procon sobre o imbróglio com o Cinemais pode sair ainda esta semana.

Quer comentar?

Comentários