Portal 6

Deputado quer proibição de performances com artistas nus em Goiás

(Foto: Denise Xavier Lemes)

Carlos Antônio não considera esse tipo de trabalho como arte e vê riscos de “erotização precoce” em crianças

Presidente da Comissão da Criança e do Adolescente na Assembleia Legislativa de Goiás, o deputado estadual Carlos Antônio (PSDB) pediu ao Governo de Goiás que não patrocine nem permita que atrações como a controversa performance com homem nu no Museu de Artes Modernas (MAM) de São Paulo.

Em nota pública, o parlamentar disse aquele trabalho “de arte este trabalho nada tem” e  “não se pode utilizar a liberdade de expressão ou artística para ofender valores e deixar crianças inocentes, à mercê de uma erotização precoce”.

Por enquanto, nem o governador Marconi Perillo, nem a secretária Raquel Teixeira, responsável pela gestão da Cultura no estado, se pronunciaram sobre a petição de Carlos Antônio.

Leia a nota na íntegra

Quando o Estado passa a ser o patrocinador de ações que atacam a moral e os valores familiares, a sociedade não pode ficar calada. Não se pode utilizar a liberdade de expressão ou artística para ofender valores e deixar crianças inocentes, à mercê de uma erotização precoce. A imagem mostra, claramente, que de arte este trabalho nada tem. Ofende, inclusive, o Estatuto da Criança e do Adolescente. Precisamos nos unir para que coisas como estas não aconteçam mais. Precisamos cuidar de nossas crianças e dar-lhes a oportunidade de ter uma infância feliz e saudável. Sem erotização, sem pedofilia.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.