Portal 6

Adolescentes mata dois colegas e deixa outros feridos em colégio de Goiânia

(Foto: Reprodução)

Um aluno do 8º ano da unidade, que sofria bulling, teria feito os disparos

Atualizada às 15h25

O Samu confirmou a morte de dois adolescentes após um atentado a tiros no Colégio Goyases, do Conjunto Riviera, região Leste de Goiânia, no final da manhã desta sexta-feira (20). Outros quatro adolescentes ficaram feridos.

Um aluno do 8º ano da unidade, de 14 anos de idade, que sofria bulling, teria feito os disparos. Ele já foi contido pela polícia e foi levado do local em uma viatura do Bope.

Os corpos das vítimas, João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, estão sendo removidos do colégio pelo Instituto Médico Legal (IML). Isadora, que ficou mais gravemente ferida, foi levada de helicóptero pelo Graer ao  Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO). Os outros foram levado conscientes, mas de carro, para o mesmo hospital.

Relato de um colega da turma do adolescente à TV Serra Dourada diz que ele chegou atirando aleatoriamente. Todos os alunos do colégio foram liberados.

Arma do pai

O tenente coronel Marcelo Granja, chefe da comunicação da Polícia Militar, confirmou em entrevista por telefone à TV Anhanguera que o garoto usou pistola ponto 40 do pai, um major da corporação, para abrir fogo contra os colegas. Segundo o oficial, a média de idade das vítimas é de 12 a 16 anos.

Mais informações a qualquer momento.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.