Portal 6

União Europeia tira Farc da lista de organizações terroristas

Integrantes da lista podem ser alvo de congelamento de fundos ou bens financeiros na UE ou de medidas restritivas em relação com a cooperação policial e judicial

Os ministros de Relações Exteriores da União Europeia (UE) pretendem eliminar as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) da sua lista de organizações terroristas na segunda-feira (13) durante um Conselho em Bruxelas, anteciparam nesta sexta-feira (10) à Agência EFE fontes comunitárias.

A decisão política estava tomada de antemão e na segunda-feira os ministros esperam ratificar esse consenso, segundo as fontes,  o Comitê de Embaixadores Permanentes da UE, os embaixadores dos 28 países-membros, já remeteram os atos jurídicos correspondentes para que sejam respaldados pelos ministros.

O assunto chegará ao Conselho em forma de “ponto A” na agenda, ou seja, um ponto da ordem do dia que será aprovado sem debate.

A UE já mantinha as Farc suspensas da sua lista terrorista desde 26 de setembro de 2016, para encorajar o processo de paz na Colômbia.

As Farc foram incluídas em tal lista no dia 9 de setembro de 2001.

A suspensão permitia anular provisoriamente as sanções vinculadas à sua presença nessa lista, que inclui o congelamento de bens e a proibição de pôr fundos à sua disposição.

A lista da UE em matéria de terrorismo inclui pessoas ou grupos que atuam dentro ou fora do território do bloco e é revisada regularmente pelo Conselho (instituição na qual estão representados os governos dos Estados-membros) pelo menos a cada seis meses.

Os integrantes da lista podem ser alvo de congelamento de fundos ou bens financeiros na UE ou de medidas restritivas em relação com a cooperação policial e judicial.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook





Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.