Portal 6

Ação conjunta entre polícias prende em Anápolis médico suspeito de matar ex-mulher

Médico Álvaro Ferreira Silva. (Foto: Reprodução)

Dois dias antes do homicídio, a professora registrou BO acusando Álvaro de agressão, mas ele ficou preso apenas por uma noite

Foi recambiado para Palmas (TO) durante a noite desta quinta-feira (12) o médico Álvaro Ferreira Silva, preso durante a tarde no Centro de Anápolis após ação conjunta das polícias civis de Palmas e Goiás.

Álvaro é o principal suspeito pelo assassinato Danielle Christina Lustosa Grohs, que era ex-esposa dele e foi encontrada morta em casa, na Quadra 1.004 Sul, no dia 18 de dezembro do ano passado.

A Justiça tocantinense decretou 30 dias de prisão temporária para o médico por crime de homicídio hediondo.  Mesmo trabalhando com outras linhas de investigação, a Polícia Civil do estado vizinho suspeita que Álvaro tenha matado ou encomendado a morte de Danielle.

Álvaro Ferreira Silva, preso nesta quinta-feira (11), em Anápolis. (Foto: Divulgação/ PCGO)

A vítima era professora da rede municipal e havia obtido uma medida protetiva que o ex-marido a manter 500 metros de distância dela.

Danielle Christina Lustosa Grohs, encontrada morta no dia 18 de dezembro. (Foto: Reprodução)

Dois dias antes do homicídio, a professora registrou um boletim de ocorrência acusando o médico de agressão, fato de o deixou preso por apenas noite.

Quer comentar?

Comentários