Portal 6

PM resgata jovem que era mantida em cárcere privado pelo parceiro há um ano

Foi espancada, estuprada, passava fome e só conseguiu ser liberta aproveitando uma situação

Um jovem de 18 anos foi preso em Goiânia, nesta quarta-feira (07), suspeito de manter a mulher em cárcere privado por durante um ano.

O caso só foi descoberto após a vítima, de 19 anos, conseguir sair de casa por uns instantes e pedir a uma vizinha que ligasse para a mãe dela, em Senador Canedo.

Após saber das agressões, a mãe foi até à capital goiana e acionou a Polícia Militar. Durante o resgate, a jovem chegou a dizer aos policiais que era agredida, ameaçada e já estava há dois dias sem comer.

“Ela contou que sofria agressões, até mesmo com faca, que era proibida de sair de casa e ameaçada de morte caso fugisse. Ela estava há um ano sem contato com a família dela”, relatou a delegada responsável Cássia Sertão ao G1.

A vítima vivia com o suspeito há quatro anos. Nos primeiros três anos o casal morou em Senador Canedo, mas se mudou para Goiânia no ano passado. Foi quando as agressões começaram, segundo a vítima.

Na residência, a PM encontrou 1 kg de cocaína, 112 g de maconha, balança de precisão, um revólver calibre 38 e mais de R$ 2 mil em espécie.

O rapaz foi autuado em flagrante por cárcere privado, lesão corporal, ameaça, injúria, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Além disso, ele também deverá responder por estupro.

“Como ela fala que era constantemente obrigada a fazer sexo com ele, mesmo vivendo em união estável, se a mulher não quiser ter relação com parceiro, ela não é obrigada”, explicou a delegada.

Se condenado, ele poderá pegar até 25 anos de prisão. Já a vítima passou por atendimento médico e está na casa da família.

 

Quer comentar?

Comentários