PublicidadePublicidade

Entrega das chaves do São Cristóvão teve de tudo, menos pedido de desculpa às famílias

Residencial está pronto desde setembro, mas falta de espaço na agenda de políticos e autoridades postergaram entrega das chaves

Avatar Danilo Boaventura -

Não faltou cena, selfie e exibição de políticos na entrega dos 640 apartamentos do Residencial São Cristóvão, na tarde desta terça-feira (27), no extremo Leste de Anápolis. Desde a noite de ontem a Prefeitura de Anápolis correu para avisar os beneficiários do condomínio popular que a inauguração e entrega das chaves ocorriam em poucas horas.

“Me ligaram meia noite para dizer que eu precisava estar aqui com meus documentos”, disse à reportagem do Portal 6 uma jovem que comemorou o fato de poder mudar antes de o ano terminar. A espera a obrigou a morar com familiares, situação que gerou incômodo e indignação quando soube que o residencial estava pronto havia meses e uma mera formalidade, como a que vivenciava naquele momento, postergara sua mudança.

Iniciada a construção em maio de 2014, o Residencial São Cristóvão está completo desde setembro deste ano. Na época, segundo a Prefeitura de Anápolis, houve uma recomendação do Ministério das Cidades para entregar o condomínio somente após o fim da campanha eleitoral. O receio de Brasília era que a obra fosse utilizada como propaganda eleitoral.

PublicidadePublicidade

Passado o segundo turno, a paciência das famílias foi se esgotando com as promessas semanais de que a obra logo seria inaugurada.

“A pintura já está velha do Sol. Foi muita sacanagem o que fizeram com a gente. Mas ainda bem que estão dando a chave. Quero mudar ainda essa semana”, exasperou um caminhoneiro que acompanhava a esposa no evento. Eles pagam quase R$800 de aluguel em uma casa de quatro cômodos. Dinheiro que, segundo ele, poderia ter servido para comprar móveis se a entrega tivesse ocorrido antes.

“Eu estou feliz, mas político é tão safado que nem desculpa pediram para a gente, né? Eu e o pessoal do grupo do WhatsApp ficamos esperando”, contou outra futura moradora do São Cristóvão, que faltou ao trabalho para receber as chaves. Ela contou à reportagem do Portal 6 que também ficou indignada ao saber que a entrega estava demorando por falta de espaço na agenda de algumas autoridades. “Por isso a gente fez manifestação. E hoje eles [políticos] estão aqui”, observou.

O palco montado para acomodar as autoridades estava lotado. Estiveram presentes o governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB), o prefeito de Anápolis João Gomes (PT), o senador Wilder Morais (PP), os deputados estaduais Carlos Antônio (PSDB) e Eliane Pinheiro (PSDB), o superintendente Regional Norte da Caixa Econômica Federal Gilmar Lopes Peixoto, o chefe de gabinete do ministro Bruno Araújo (PSDB) Adriano de Aquino, dentre outros.

No discurso dos que se alternavam ao microfone não faltou elogios mútuos e populismo. Ninguém mencionou os contratempos que os impediam de estar ali meses atrás. Mas promessa teve: os residencias Colorado e Polocentro, ainda em fase de finalização, serão entregues no início de 2017.

Após as falas foi a vez das selfies. O mais requisitado para fotos não foi nenhuma personalidade ali presente, mas sim o helicóptero que trouxe um badalado representante do estado no Senado, que também ostenta muito com sua lancha aos finais de semana, no lago Paranoá, em Brasília.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade