PublicidadePublicidade

PSD quer que Henrique Meirelles seja candidato à Presidência da República

Meirelles "deixará o nome fluir com naturalidade" e vai viajar mais pelo país "na medida do possível"

Carlos Henrique -

A possível candidatura do anapolino Henrique Meirelles à Presidência fez a bolsa de valores de São Paulo ir às alturas na tarde desta quarta-feira (13). O convite ao ministro da Fazenda do Governo Temer foi feito pela bancada do PSD, partido ao qual Meirelles é filiado, durante um almoço no mesmo dia.

Gilberto Kassab, ministro das Comunicações e presidente nacional da legenda, também defendeu  na imprensa a inclusão do nome de Meirelles na disputa para o Palácio do Planalto no ano que vem.

“É muito positivo se ele disponibilizar o seu nome. Acredito que este não seja o momento, ele tem dito que a sua prioridade – e ele está correto – é conduzir essa última proposta de reforma da economia, inclusive da Previdência. Mas é um extraordinário nome, é uma pessoa com uma formação invejável, com uma experiência muito grande e no momento certo é evidente que o partido dará prioridade à candidatura própria”, disse.

PublicidadePublicidade

Pelo Twitter, Meirelles disse que não é pré-candidato.

Mas, segundo o Portal 360, um dos presentes no almoço garantiu que ele “deixará o nome fluir com naturalidade” e vai viajar “na medida do possível” para aumentar o grau de conhecimento do nome dele junto à população.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.