PublicidadePublicidade

GIH prende homem que matou idoso por causa de pimenta em Anápolis

Após perceber morte da vítima, o autor ainda 'mandou o cadáver se levantar e chamar a polícia'

Da Redação -

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da Polícia Civil em Anápolis predeu preventivamente nesta quinta-feira (14) Célio Carlos de Moura Júnior, de 25 anos, acusado de ter matado Laércio Moreira de Godoi, no último dia 13 de agosto, no Parque Residencial Ander, região Leste de Anápolis.

Conforme a investigação, a vítima é idosa e teria sido assassinada a facadas após deixar cair uma garrafa de pimenta que espirrou no autor do crime, em um bar do mesmo bairro.

Antes, Laércio teria sido espancado na porta do estabelecimento. Não satisfeito, Célio Carlos foi em casa pegar uma faca para completar o crime em uma rua próxima onde se encontrava o idoso.

Segundo o delegado Cleiton Lobo, do GIH, o crime foi cometido com requintes de crueldade: ‘pelo fato de a vítima ser de idade e não ter condições de defesa’; ‘por ter sido espancada’ e, por fim, pelo deboche de Célio, que ‘mandou o cadáver se levantar e chamar a polícia’.

Célio Carlos de Moura Júnior, autor do crime. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Na Justiça, Célio responderá  pelo crime de homicídio qualificado, motivo fútil e por ter dificultado a defesa da vítima. Se condenado poderá receber pena superior a 20 anos de prisão.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.