Portal 6

Após registrar 22 casos de Aids em janeiro, Anápolis terá ação permanente

Segundo a Semusa, essa quantidade é o dobro da registrada no mesmo período no ano passado

Dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) mostram que Anápolis registrou 22 novos casos de Aids apenas em janeiro desse ano. O dobro, se comparado com o mesmo período com o ano passado.

Devido a esse aumento, a Prefeitura passará a produzir campanhas de prevenção durante todo o ano, a primeira inicia já na próxima semana, durante o feriado de carnaval.

Coordenadora do Programa de DST/Aids da cidade, Juliana Lopes relatou que, junto com essas campanhas, também serão priorizados a testagem e o tratamento dos portadores do HIV.

“Temos hoje um crescimento grande do HIV entre os jovens, principalmente dos 15 aos 24 anos. Então, é muito importante esse apelo de prevenir, se submeter aos testes para ter o diagnóstico o quanto antes, e fazer o tratamento adequado”, explicou.

Entre as ações já planejadas pela Prefeitura para o carnaval estão a fixação de cartazes nas Unidades Básicas de Saúde e a produção de um filme para televisão que falará sobre o feriado e as festas que acontecem em Anápolis.

Para a Administração, massificar as informações a respeito da doenças ajuda a promover maior conscientização sobre a importância do uso da camisinha e de outras formas de prevenção.

Atualmente, cerca de 1.055 pacientes fazem tratamento regular contra o vírus do HIV em Anápolis. Desde 1998, quando o programa foi implantado na cidade, já foram cadastradas mais de duas mil pessoas.

Cuidados

A AIDS é uma doença do sistema imunológico que se desenvolve a partir da falta de tratamento de pessoas portadoras do HIV. Quando tratado corretamente, as possibilidades de a doença se desenvolver são quase nulas.

A transmissão do vírus pode acontecer por meio de relações sexuais sem proteção, compartilhamento de seringas contaminadas, transfusões de sangue contaminado e até mesmo de mãe para filho durante a gravidez ou amamentação.

Apertos de mão, abraços, beijos e compartilhamento de toalhas, banheiros e piscina não podem transmitir o HIV.

Os testes que diagnosticam o vírus podem ser realizados em todas as Unidades Básicas de Saúde de Anápolis e o resultado sai em cerca de 20 minutos.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.