Portal 6

Justiça condena por estupro homem que machucou genitália da sobrinha, em Anápolis

Não houve conjunção carnal, mas ainda assim a Justiça entendeu que caso foi estupro e aplicou a pena como tal

Um homem terá de pagar oito anos de prisão após ter sido condenado por estuprar a sobrinha de apenas quatro anos, em Anápolis.

A decisão foi tomada pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), tendo como relator o desembargador Leandro Crispim.

Segundo o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), o crime aconteceu no dia 11 de junho de 2012, quando o homem chamou a mãe da criança para acompanhá-lo até um posto de gasolina.  Durante o caminho, ele se aproveitou para pegar e apertar o órgão genital da menina.

O ato causou uma lesão superficial inflamatória e, assim que chegou em casa, a própria garota contou o que havia acontecido à mãe.

Depois de julgado e condenado, a defesa ainda chegou a pedir a absolvição do réu. No entanto, o desembargador analisou a denúncia e afirmou que as testemunhas e as provas periciais foram suficientes para comprovar que ele realmente cometeu o crime.

“A versão apresentada pelo acusado não encontra consonância com os elementos probatórios constantes nos presentes autos, vez que não parece razoável que uma criança de apenas 4 anos de idade tenha arquitetado a história constantes nos autos”.

Com informações do TJ-GO

 

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

Nosso Twitter