Portal 6

CDL participará de audiência pública sobre área azul digital em vias comerciais

Se aprovada, áreas de estacionamento no novo modelo podem ser expandidas para avenidas do Jundiaí e Jaiara

Atualizado às 23h14 com correção

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis (CDL) participará de uma audiência pública na Câmara Municipal nesta quinta-feira (10), juntamente com a CMTT e as autoridades públicas, para discutir a licitação que deverá resultar na retomada da cobrança e fiscalização da área azul na cidade.

De acordo com o presidente da entidade Wilmar Jardim de Carvalho, a intenção é que seja criado um modelo digital, já que o papel de cobrança da área azul já não é mais impresso há um ano.

“Queremos que seja regulamento esse novo modelo, pois como está hoje é impossível. Se houvesse uma fiscalização mínima, haveria rotatividade no Centro, que tem cerca de 750 vagas. Mas a Prefeitura já não tem mais meios humanos de conseguir fiscalizar essas áreas através do papel”, explicou.

Uma das grandes dificuldades encontradas pelos lojistas com a falta de fiscalização, conforme Wilmar, é o prejuízo imensurável que gerou para o comércio.

“Traz prejuízo, porque acontece de os consumidores irem até o Centro, rodarem, rodarem e rodarem. Depois eles até acham um estacionamento, mas também está cheio. Por isso, acabam desistindo da compra e vão embora”, lembra.

Segundo ele, essa modernização ajudará também a CMTT,  pois fará com que apenas um fiscal possa tomar conta de uma ou até duas quadras sozinho.

“É um modelo com um tipo chip, que deverá avisar ao motorista uns quinze minutos antes de que o tempo dele na vaga está acabando. Da mesma forma, os agentes vão saber quando o tempo acabou e o veículo permanece no local, facilitando assim a fiscalização”, detalha.

A previsão é que a licitação seja feita pela Câmara Municipal até a segunda quinzena de julho. Nela também será definido qual o tempo os motoristas poderão ficar em cada via da cidade.

Há ainda a expectativa de que as áreas de estacionamento sejam expandidas para avenidas como a Minas Gerais e Mato Grosso, no Jundiaí, além da Fernando Costa, na Vila Jaiara. Caso essa expansão aconteça, as vagas deverão passar de 750 para aproximadamente três mil.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.