Homem que arrancou orelha de amigo por ciúmes é condenado pela Justiça de Goiás

Confusão começou com uma conversa e só terminou com a chegada da polícia

Carlos Henrique -

A Justiça de Goiás condenou o pedreiro Julismar Alves dos Santos a quatro anos e um mês de prisão por ter se envolvido em uma briga com um amigo e arrancado parte da orelha dele.

A decisão é do  juiz Rodrigo de Castro Ferreira, da 1ª Vara Cível, Criminal e da Infância e da Juventude da comarca de Goiatuba.

Conforme os autos, a vítima, identificada Alex dos Santos Sousa, possui um lava jato e na manhã do dia 18 de setembro de 2017 parou para conversar com a namorada de Julismar.

PublicidadePublicidade

O homem estava passando pela rua no mesmo momento e viu a cena. Movido por ciúmes, ele acabou se aproximando e deu um tapa no rosto de Alex.

Ainda transtornado, ele retornou horas depois ao local e começou a agredir novamente o amigo com tapas e socos. Durante a briga, Julismar deu uma mordida na orelha de Alex e acabou arrancando um terço dela. A ação causou uma deformidade permanente.

No ato da denúncia, a vítima alega que ainda tentou fugir do agressor e que até pegou um objeto para se defender, mas ainda sim não conseguiu se desvencilhar do homem, que o atacava com muita agressividade.

A briga só cessou depois que a polícia foi até o lava jato e prendeu Julismar em flagrante. Já Alex também teve de ser encaminhado ao Hospital Municipal de Goiatuba para atendimento emergencial.

Para o magistrado, ficou comprovado que o pedreiro agiu motivado por ciúmes da namorada e, por ter cometido lesão corporal de natureza grave, deverá cumprir toda a pena em regime fechado.

“Nenhuma das medidas cautelares diversas da prisão se afiguram suficientes e adequadas para garantir a ordem pública a assegurar a correta aplicação da lei penal, vez que há o receio de se furtar ao cumprimento da pena”, afirmou.

O agressor também já é um velho conhecido da polícia, pois possui passagens por crimes praticados com violência contra outras pessoas.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.