Portal 6

Anápolis pode ser uma das cidades onde Bolsonaro terá mais votos neste domingo (28)

Jair Bolsonaro em visita à Praça Dom Emanuel, em Anápolis. (Foto: Arquivo/Portal 6)

Primeiro turno foi marcado por votação avassaladora do capitão da reserva no município

Mais de 268 mil eleitores retornam às urnas em Anápolis neste domingo (28).

Ao contrário da disputa pelo governo estadual que teve Ronaldo Caiado (DEM) como vencedor no primeiro turno, em nível federal a eleição seguiu com os presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Na última pesquisa Ibope, divulgada neste sábado (27), os candidatos apareceram, respectivamente, com 54% e 46% dos votos válidos (excluindo brancos, nulos e as pessoas que se manifestaram indecisas).

Se a tendência do primeiro turno se repetir, Anápolis deve ser uma das cidades onde proporcionalmente Jair Bolsonaro terá a maior quantidade de votos. Foram 70,82% dos sufrágios válidos na cidade.

Fernando Haddad ficou na segunda posição com 11,33%, seguido por Ciro Gomes (PDT), que teve 6,77%. Todos os demais candidatos, incluindo o anapolino Henrique Meirelles (MDB), ficaram abaixo dos 4%.

Recomendações

Pela Lei Eleitoral, algumas regras nos locais e no dia da votação precisam ser respeitadas. Confira:

Uso de bandeiras e camisetas do candidato

O eleitor pode demonstrar a preferência por um candidato, desde que seja de maneira individual e silenciosa. São permitidas bandeiras sem mastro, broches ou adesivos no local de votação. Uso de camisetas foi liberado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O eleitor poderá usar a camiseta com nome de seu candidato preferido, sem fazer propaganda eleitoral a favor dele. A camiseta não pode ser distribuída pelo candidato.

Uso de celular e tirar selfie

Na cabine de votação, celulares, máquina fotográficas, filmadoras ou outro dispositivo eletrônico não são permitidos. Os equipamentos podem corromper o sigilo do voto, ou seja, não pode tirar selfie na hora da votação ou tirar foto do voto. O eleitor que baixou o e-Título vai apresentá-lo ao mesário e depositará o celular em uma mesa enquanto estiver na cabine de votação. Ao final, o aparelho será devolvido pelo mesário.

Acompanhante

O eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida poderá contar com o auxílio de pessoa de sua confiança na hora de votar, mesmo que não tenha feito o pedido antecipadamente ao juiz eleitoral.

Alto-falante e carreatas

Uso de alto-falantes, caixas de som, comícios e carreatas são proibidos.

Boca de urna

Tentar convencer um eleitor a votar ou não em um candidato é proibido. A propaganda de boca de urna também não é permitida. São consideradas boca de urna, por exemplo, a distribuição de panfletos e santinhos de candidatos, a aglomeração de pessoas usando roupas uniformizadas ou manifestações nas proximidades das zonas eleitorais.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.