Portal 6

Em menos de 48h quatro pessoas foram brutalmente mortas em Anápolis

Final de semana fez o número de homicídios mais que dobrar com crimes que chamam atenção pela semelhança

Começou no final da noite de sexta-feira (11) e só terminou no domingo (13) a série de mortes violentas que fez saltar de dois para seis o número de assassinatos registrados em Anápolis neste início de ano.

Em praticamente todos os casos a autoria e motivação dos crimes permanecem desconhecidas, dando ainda mais trabalho ao Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da Polícia Civil.

A primeira vítima foi Pedro Henrique Coelho, de 16 anos, no bairro Copacabana. Ele recebeu diversos disparos de arma de fogo e morreu no local. No dia seguinte, Alisson Alves de Lima, de 18 anos, foi preso com a bicicleta da vítima.

Apontado como principal suspeito pelo assassinato do adolescente, ele não deve respondeu ar processo com adulto, pois no dia anterior ele tinha 17 anos.

Polícia Civil prende suspeito de executar adolescente com vários tiros em Anápolis

Como ainda era menor de idade no horário do crime, Alisson deverá responder apenas por ato infracional análogo ao crime de homicídio.

No sábado (12), por volta das 06h40, a Polícia Militar recebeu o primeiro chamado informando que um corpo todo ensanguentado estava rua Suécia, no bairro Boa Vista, região Norte de Anápolis.

Valdelício Rodrigues de Paula, de 31 anos, recebeu golpes de arma branca na região do pescoço. Por enquanto, ninguém sabe ou viu quem o esfaqueou até a morte.

Horas depois o sargento aposentado da Força Aérea Brasileira (FAB), Valdivino Garcez, foi encontrado morto dentro do carro dele, na BR-153. Nenhum pertence que estava no carro foi levado.

Em conversa com a reportagem do Portal 6, o delegado Vander Coelho adiantou que é provável que tanto o sargento aposentado quanto quem tirou sua vida se conheciam. Um dia antes de ser morto ele completou 55 anos de idade.

Sargento assassinado em Anápolis havia completado 55 anos nesta sexta-feira (11)

No domingo (13) Benevides Gonçalves da Costa, de 55 anos, foi encontrado sem vida dentro da casa dele, no bairro da Lapa, com diversos tiros na cabeça e vários entorpecentes.

Segundo o Comando de Policiamento Urbano do 28º BPM,  ele tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e receptação.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.